Venda de imóveis no Brasil cresce em 2020

Venda de imóveis no Brasil cresce em 2020

O mercado imobiliário apresentou um excelente desempenho nos últimos meses, em relação ao primeiro semestre de 2020 e ao ano anterior. Por conta da pandemia, o setor passou alguns meses em retração, no entanto, logo teve um aumento que superou as expectativas. Em relação a 2019, houve um crescimento de 8,4% na venda de imóveis em 2020.

Neste artigo, queremos te contar mais alguns dados relevantes sobre a venda de imóveis no Brasil em 2020. Confira:

Retração econômica durante a pandemia

No mês de novembro desse ano, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) em parceria com a Brain Inteligência Estratégica, divulgaram dados relacionados às vendas de imóveis no Brasil. Esses dados da CBIC foram coletados em cerca de 150 municípios, sendo 20 deles capitais.

Por conta da pandemia, o mercado imobiliário teve uma baixa nos primeiros meses de 2020. Em comparação com o ano passado, de janeiro a setembro, houve uma redução de 27,9% nos lançamentos de imóveis, além da redução de 13% nas ofertas.

Lançamentos de imóveis

 

No quesito lançamento de imóveis, os dados mostram que houve um aumento de 114,1% entre os meses de setembro a dezembro em relação ao segundo trimestre (de maio a agosto). No entanto, mesmo com esse número positivo, o crescimento não compensa as baixas do primeiro semestre. De acordo com a CBIC, isso acontece por conta do aumento no valor dos insumos, que estão em falta em diversos segmentos.

A região do Sudeste foi a que mais lançou imóveis durante o terceiro trimestre. O número chegou a 18.110 unidades, o que corresponde a um aumento de 197,5% em relação aos meses de maio a agosto. A região Norte também se destacou, ficando em segundo lugar: 140% de crescimento, com 896 unidades lançadas. Mas quando comparado ao terceiro trimestre de 2019, esse valor fica 10,5% abaixo. Por conta da pandemia, todas as regiões lançaram menos imóveis, exceto pelo Centro-Oeste, que registrou aumento.

A queda maior pode ser observada nos primeiros noves meses de pandemia. Em comparação ao ano anterior, houve uma queda geral de 27,9%.

Vendas de imóveis

As vendas de imóveis representam números muito mais otimistas. O terceiro trimestre de 2020 obteve um crescimento de 57,5% em relação ao segundo trimestre do ano. Este resultado foi positivo em todas as regiões do Brasil, com destaque para o Sudeste, onde as vendas chegaram a bater um aumento de 93,3% a mais (13.963 unidades vendidas).

Mas os números não cresceram somente ao longo do ano. O terceiro trimestre de 2019 não foi tão bem quanto esse de 2020: as vendas subiram 23,7% do ano passado pra cá e apresentam números elevados em todas as regiões também. No Centro-Oeste houve um aumento de 69,3%.

Além disso, outro número se destaca para aquecer o mercado: mesmo durante a pandemia, houve um aumento de 8,4% no número de imóveis vendidos. Essa porcentagem representa 9.976 unidades vendidas a mais nos primeiros nove meses do ano em comparação com o mesmo período de 2019. O resultado foi positivo em todas as regiões, porém agora com destaque no Nordeste: o aumento foi de 27,1% nas vendas.

Expectativas para 2021

A CBIC ainda apontou que, na pesquisa realizada em outubro de 2020, a intenção de compra de imóveis da população brasileira também aumentou. Chegou a um número 15% maior em relação ao período pré-pandemia. O presidente da CBIC José Carlos Rodrigues Martins, em entrevista para o site UOL, acredita que o setor imobiliário deve fechar 2020 com um crescimento de 5% a 10% no valor de unidades vendidas.

Saiba mais sobre investimento de imóveis conversando com nossa equipe comercial, basta clicar aqui.

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp

Central de Vendas - (47) 3268-6086

empresas parceiras

Copyright © 2021 – All Rights Reserved – Aliança Empreendimentos

Shopping Basket